Portuguese pages

Recent Blogs

Muddy Waters: Impacts of Damming the Amazon's Principal Tributary

Wednesday, June 25, 2008
Muddy Waters: Impacts of Damming the Amazon's Principal Tributary examines the Madeira River Hydroelectric and Waterway Complex in the Brazilian Amazon. With articles on the history of the project, hydrology and sedimentation, fish and fisheries, mercury, and socio-economic issues, the 240-pp. book published in Portuguese is an important tool for communities, activists, journalists, and others, including public officials to deepen their understanding of key issues affecting the project, as well as potential implications of building the dams. The authors include specialists in their field, and

Representação contra os Aproveitamentos Hidrelétricos Santo Antônio e Jirau

Thursday, June 12, 2008
Representação de ONGs ao Ministério Público de Rondônia sobre irregularidades no processo de licenciamento das usinas hidrelétricas do rio Madeira

As barragens representam perigo de cheias num planeta em aquecimento

Friday, February 22, 2008
Num período em que Moçambique enfrenta as piores cheias desde a independência, o Presidente Guebuza afirma que a solução é construir mais barragens. No entanto, as barragens são tão boas quanto os seus operadores, desenhistas e técnicos de manutenção – e nenhum destes foram particularmente bons em Kariba. E não existe nenhuma garantia que as barragens que já possuímos sejam capazes de suportar um clima em constante mudança. As nações do Zambeze devem aprender com os erros das outras nações e adoptar um conjunto de técnicas mais flexível, efectivas e sofisticadas, de for

Hidrelétrica de Pai Querê

Monday, October 29, 2007
Parecer da Amigos da Terra Brasil: "Aínda há tempo para impedir mais uma grande tragédia sobre a biodiversidade da bacia do rio Uruguai".

Hidrelétricas no rio Uruguai

Wednesday, March 1, 2006
Guia da Amigos da Terra Brasil para ongs e movimentos sociais sobre as hidrelétricas planejadas na bacia do rio Uruguai.

Águas sem barragens

Wednesday, January 1, 2003
Campanha interestadual contra a implantação de barragens na bacia Araguaia-Tocantins

Araguaia & Tocantins Rivers

Xavante indigenous meeting on threats to Araguaia River
The Araguaia and Tocantins rivers flow from the central plateau northward to the southern channel of the Amazon just upstream from Belém. Along the river live 11 distinct indigenous ethnic groups, totaling more than 14,000 people. The basin is also especially rich in fish species. The Brazilian government plans to construct 80 dams in the basin – 12 large dams on the mainstem of the Tocantins (4 already built), 7 on the Araguaia (which is still undammed), and 14 other large dams and dozens of smaller dams on upstream tributaries.

Mais um desiste de usina no rio Madeira; leilão terá 3 participantes

Friday, November 30, 2007
A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou nesta sexta-feira que o leilão da usina de Santo Antônio, a primeira no complexo do rio Madeira (RO), terá apenas três participantes, já que dois dos interessados não realizaram o depósito e retiraram as senhas para o acesso ao sistema do leilão. Para os proponentes, as garantias corresponderam a 1% do valor do investimento.Os desistentes são a estatal Eletronorte e o consórcio Norte Energia, formado pelas empresas Alupar Investimentos S/A (37,5%), Indústrias Metalúrgicas Pescarmona (15%), Schahin Holding (27,5%), UTC Engenh

Projetos do eixo Hidrovia Paraguai-Paraná IIRSA

Wednesday, August 22, 2007
Projetos da IIRSA relacionados com a Hidrovia Paraguai-Paraná

Divulgadas regras para leilão da primeira usina do Rio Madeira

Thursday, November 1, 2007
Brasília - O aviso do edital para o leilão de energia da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, que será construída no Rio Madeira, em Rondônia, foi publicado hoje (1º) no Diário Oficial da União. O leilão deve ser realizado no dia 10 de dezembro. A diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o edital na última terça-feira (30). O preço máximo da energia foi definido em R$ 122 por megawatt-hora (MWh) e vencerá o leilão quem oferecer o menor lance em reais por megawatts-hora. O pregão será realizado na sede da Aneel em Brasília, por meio

Pages